segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

UM NOVO TEMPO

Um novo tempo em sua vida. Uma nova época. Uma nova realidade. Uma nova vida. Uma vida eterna. Somos etéreos, somos eternos. Toda a humanidade surgiu da mesma fonte: o Deus todo-poderoso criador e sustentador de todas as coisas. Não importa se você acredita ou não! Isso não vai mudar nada! 
Houve uma época, em que o homem tinha comunhão total com esse Deus Criador! Contudo, após o advento do pecado na história humana, esse homem, outrora inocente, puro e que se relacionava com esse Deus, perdeu este grande privilégio e foi lançado para fora da presença de Deus, condenado eternamente à morte!
Sim! Esse foi o veredicto anunciado pelo próprio Deus, ao homem que por ele mesmo havia sido feito: ..."mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; poque no dia em que dela comeres, certamente morreras! Gn 2.17. E como fora dito,  após a desobediência do homem,  ambos, (Adão e Eva) receberam a condenação, foram expulsos do Éden, o jardim em que viviam, e perderam a comunhão com Deus. Seu relacionamento foi cortado. Destruído. ..."O Senhor Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra de que fora tomado." Gn 3.23 As relações estavam cortadas. Para sempre. Deus é luz. O homem feito por suas próprias mãos também era luz. Vivia com Deus na luz. Após a sua condenação, tornou-se trevas. Escuridão. Agora, esse homem, que, espontaneamente, por sua própria vontade, decisão e escolha resolveu desobedecer a Deus e caiu em desgraça. Está irremediavelmente perdido. Passou a experimentar a morte física e pior ainda, a morte espiritual que é a eterna separação entre o homem e Deus! A sua condição agora é: conhecer a morte física, (a falência de todos os seus órgãos) e virar pó novamente, que é de onde veio! Ter seus restos mortais enterrados! ..."a sua casa tornou-se caminho do inferno, que desce para as câmaras da morte! Pv 7-27 Separado de seu criador o homem nada pode fazer para resolver esta triste e desalentadora situação!
Mas eu tenho uma boa notícia para você! Começamos a escrever este artigo falando de m novo tempo, uma nova época. Uma nova realidade. Uma nova vida. Sim é com grande alegria no coração que vamos falar sobre esta real possibilidade para a humanidade perdida, condenada, separada eternamente  do Deus criador por causa da desobediência dos nossos pais. Deus mesmo, se compadeceu do homem caído (entenda-se humanidade), e providenciou uma saída, uma solução para resolver o problema do homem tirando-o desta situação em que se encontra. Mas, note que,  para que isso fosse possível era necessário que sangue inocente fosse derramado, para resgatar o homem pecador, de seu estado de morte eterna para o de vida eterna!  O texto sagrado que relata essa promessa feita pelo próprio Deus Pai lá nos primórdios da história humana, naquele mesmo jardim é este, conhecido como o "proto-evangelho": ..."e porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e sua semente; esta te ferirá a cabeça,  e tu lhe ferirás o calcanhar. Gn 3.15 Um novo tempo foi anunciado pelo próprio Deus. Um oportunidade de salvação para o homem perdido. 
Durante a história diversos profetas (homens escolhidos por Deus para anunciar a sua vontade para o seu povo), falaram a respeito dessa promessa! Mais explicitamente o profeta Isaías, como escreveu (segundo historiadores) há mais ou menos setecentos anos AC: ..."mas a terra, que foi angustiada, não será entenebrecida; envileceu nos primeiros tempos, aterra de Zebulom, e a terra de Naftali; mas nos últimos tempos a enobreceu e junto ao caminho do mar, além do Jordão, na Galileia das Nações. O povo que andava em trevas, viu uma grande luz, e sobre os que habitavam na região da sombra da morte resplandeceu grande luz. Tu multiplicaste a nação, a alegria lhe aumentaste; todos se alegrarão perante Ti como se alegram na ceifa, e como exultam quando se repartem os despojos.Porque Tu quebraste o jugo da tua carga, e o bordão do seu ombro, e a vara do seu opressor, como no dia dos midianitas. Porque todo o calçado que levava o guerreiro no tumulto da batalha, e todo o mento revolvido de sangue, serão queimados, servindo de combustível ao fogo. Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso,  Conselheiro,  Deus Forte,   Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Is 9.1-6
E assim, estamos mais uma vez comemorando o nascimento de Jesus Cristo o Salvador. ..."Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: que, estando Maria sua Mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo. Então José, seu marido, como era justo e não a queria infamar, intentou deixa-la secretamente.E, projetando ele isto, eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria tua mulher, porque o que nela está  gerado é do Espírito Santo. E dará à  luz um filho, e lhe porás o nome de JESUS, pois, salvará o se povo dos seus pecados. Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor pelo profeta Isaías, que diz: eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e chamá-lo-ão pelo nome de Emanuel, que quer dizer DEUS CONOSCO. E despertando do sono, fez José como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a Maria, e não a conheceu, até que deu à luz seu filho, O PRIMOGÊNITO, e pôs-lhe por nome JESUS. Mt 1.18-25
E é esse mesmo Jesus, o Cristo, que nos proporciona hoje, neste ano que finda, na comemoração de seu nascimento a oportunidade de um novo tempo em nossas vidas.
..."Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz!" Ap 2.29
..................................................................................
Para aqueles que desejam ter um Natal realmente feliz!

sexta-feira, 25 de abril de 2014

HERESIAS "EVANGÉLICAS"

..."e também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós também haverá falsos doutores, que, introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor, que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição". 

Atualmente a fé dos cristãos está pouco centrada em Cristo, mas sim em doutrinas abomináveis que tem como centro o próprio homem - eu determino, eu declaro, eu não aceito, eu profetizo vitória, Deus manda te dizer, tome posse, receba... Esses chamados "atos proféticos" raramente são profecias com o apoio do Novo Testamento. Sempre profetizam vitória e benção sem considerar a vontade de Deus. Nunca profetizam que as pessoas precisam abandonar algumas condutas e viver os ensinos de Jesus. Confissão positiva e Teologia da prosperidade; - pura barganha com Deus, onde a pessoa é levada a fazer um sacrifício financeiro em troca de bençãos; Triunfalismo - diz-se que nascemos para vencer, que somos cabeça e não cauda, que devemos prosperar em tudo (caso contrário é falta de fé); quebra de maldições hereditárias- como se o crer em Jesus não fosse suficiente para quebrar qualquer maldição, final, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo. Rm 8.1
Mas, isso é tudo que a maioria das pessoas desejam. E como justificam? Tiram textos bíblicos dos contextos, como sempre! Cuidado irmãos! Lutar pelo verdadeiro evangelho e a sã doutrina é nosso dever. Fp 1.27 Defender o evangelho é lutar contra estas heresias que chegam travestidas, maquiadas de "Palavra de Deus". São os chamados "falsos profetas", engando multidões!! 
Os  Apóstolos sofreram perseguições, prisões, açoites e outras coisas em suas vidas, por lutarem e defenderem o evangelho. Não tinham fé? Eram amaldiçoados? Estavam em pecado? Não tinham autoridade espiritual?  I Tm 6.3-5 Não! Foram fiéis até a morte! Fiéis à Deus, à Cristo e promoveram a sã doutrina!!

sexta-feira, 14 de março de 2014

O GALARDÃO DE CRISTO

Certo dia os discípulos aproximaram-se de Jesus e disseram-lhe: ..."Mestre, eis que nós deixamos tudo e te seguimos; que recompensa pois teremos nós? Ao que lhes disse Jesus: em verdade, em verdade vos digo que, a vós que me seguistes, que na regeneração, quando o filho do homem se assentar no trono de sua glória; sentar-vos-eis também vós sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel"Mt 19. 27-28 Note que os "tronos" são dados como recompensa e não como dádiva. ..."E todo que tiver deixado casa ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou filhas, ou terras por amor do meu nome receberá cem vezes tanto e herdará a vida eterna". Mt 19.29 Observe que os verbos receber e herdar se aplicam àqueles que por Cristo deixarem as coisas referidas no texto Bíblico, e isto com recompensa. Não nos esqueçamos de que o galardão é oferecido aos justos; a graça aos perdidos. O galardão opera entre os salvos, e a graça é oferecida aos perdidos. Deus não reconhece qualquer valor espiritual nos não salvos, ou perdidos. Não há ninguém que faça o bem, nem um só. ..."Na verdade não homem justo sobre a terra que não peque". Ec 7.20 O galardão só começa a operar aqui e agora: ..."Ninguém há que tenha deixado casa... que não receba cem vezes tanto, já neste tempo... Mc 10.29-30
Todavia, o galardão será provado na sua totalidade e plenitude, somente na volta de Jesus Cristo Nosso Senhor: ..."Eis que cedo venho e está comigo a minha recompensa para retribuir a cada um segundo a sua obra". 

O meu desejo é que as promessas do galardão possam inspira-lo(a) 
a) realizar maiores e mais tarefas para Deus.
..."Amai os vossos inimigos... fazei o bem... e grande será a vossa recompensa". Lc 6.27,35 e ..."Aquele que der mesmo que seja um copo de água fresca... de modo nenhum perderá a sua recompensa". Mt 10.42 ..."Conheço as tuas obras... amor... fé... darei a cada um segundo as suas obras". Ap 2. 19,23 

b) inspira-lo a sofrer mais pelo mestre Amado. 
..."bem aventurados sereis... quando vos odiarem...  expulsarem... grande é o vosso galardão Lc 6.22-23 ..."conheço a tua tribulação... tua pobreza... dar-te-ei a coroa da vida". Ap 2. 9-10 ..."Combati o bom combate... acabei a carreia... guardei a fé...  desde agora a coroa da justiça me está guardada... a qual o Senhor, justo juiz me dará naquele dia..." 2 Tm 4. 7-8 

c) inspira-lo a servir mais ao Senhor.
..."porque o Filho do homem  há devir, e retribuirá..." Mt 16.27 ..."bem aventurado aquele  servo... quando ele vier... o porá sobre todos os seus bens..." Mt 24 46-47 ..."então veio o tempo de dar recompensa aos teus servos, os profetas, e aos santos... e reviveram e reinaram com Cristo mil anos." Ap 11.18 Ap 20.4

Precisamos a cada momento nos lembramos de Deus é galardoador. As Escrituras ensinam que a vida eterna é alcançada pela graça por meio da fé. O galardão vem como consequência das obras realizadas depois da fé. Ou melhor expressando, uma recompensa pós salvação pelas obras realizadas. Todos os que crêem estão participando de uma corrida e são comparados á u, atleta que corre, a um lutador que luta, um guerreiro que batalha, um lavrador que semeia,  um pedreiro que edifica. I Co 9.24-27 - II Tm 2.3-6 - I Co 3-911 Todas estas comparações indicam esforço e descansam no fundamento de que ..."Deus é galardoador dos que o buscam.." Hb 11.6 Não são poucos aqueles que já receberam a graça da salvação mas,  têm ainda seus olhos cegados para esta verdade bíblica, este mistério que está aberto na palava de Deus e levam uma vida cristã como se esta benção não existisse, ou em uma melhor hipótese, não dão a devida importância ao assunto ou até mesmo eu diria, agindo com desinteresse pelo assunto por pensarem assim:  ..."já estou salvo mesmo... e isso é o que importa"! Isso para mim é irresponsabilidade para com sua vida espiritual. Nós entramos na vida eterna por justiça da graça imputada, porém, depois de termos entrado por fé, as nossas obras é que vão determinar a nossa posição, o nosso lugar e a nossa recompensa na vida eterna! Isso te parece estranho??¹¹ Mas, esta é sem dúvida, uma verdade para a Igreja de Cristo. ..."eis que cedo venho e está comigo a minha recompensa para retribuir a cada um segundo a sua obra..." Ap. 22.12 A quem o Senhor disse estas palavras? ..."Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas a favor das igrejas. 

Contudo, o que Deus recompensará?
Desejo lembrar-lhe que a recompensa é uma espada de 2 gumes: ..."vós servos, obedecei... sabendo que do Senhor receberão a recompensa da herança; servi a Cristo, o Senhor, porque: quem faz injustiça receberá a paga da injustiça que fez, e não há acepção de pessoas"... Cl 3. 22-25 

Vejamos a seguir, algumas coisas que o Senhor vai retribuir naquele dia:
a) piedade e conduta semelhantes a Deus
..."amai os vossos inimigos, fazei o bem, emprestai nunca desanimando; e grande será vossa recompensa e sereis filhos do Altíssimo; poque ele é benigno até para com os ingratos e maus". Lc 6.35 Aqui a recompensa gira em torno do caráter e conduta semelhante à do Pai celestial. Devemos amar a todos indistintamente com faz nosso pai. Agindo assim,  seremos "filhos maduros" do Altíssimo.

b) Devoção secreta.
..."mas tu, quando orares, entra em teu quarto e fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto te recompensará". Mt 6.6
Ao fazer suas obras e orações, não porteis como os hipócritas que fazem para serem vistos. E propagam aos quatro ventos as tuas obras. A bíblia diz que estes já receberam a sua recompensa. Mt 6.4,6

c) De acordo com a atitude de nosso coração.
..."não julgueis para não serdes julgados... perdoai e sereis perdoados". Lc 6. 36-38 Certa pessoa, servo do Senhor , disse que, "nossa vida está colocando, palavra por palavra, obra por obra, a sentença sobre nós nos lábios de Cristo. A bondade e a glória são apenas parte de um todo. A primeira é o lado do sofrimento, a segunda o lado resplandecente da bondade. (D.M.P)

d)Nosso serviço.
..."e quele que der até mesmo um copo de água fresca a um destes pequeninos, na qualidade de discípulo, em verdade, em verdade vos digo que de modo algum perderá a sua recompensa." Mt 10.42 Todo serviço que prestarmos ao Senhor será recompensado. As medidas da recompensa, serão devidamente pesadas pelo Senhor; ..."quem recebe um profeta na qualidade de profeta, receberá a recompensa de profeta; e quem recebe um justo na qualidade de justo, receberá a recompensa de justo." Mt 10.41 Estas declarações manifestam de forma clara a bendita verdade conhecida como " a lei da semeadura". ..." tudo que o homem semear, isso também ceifará. Quem semeia na sua carne, na carne ceifará corrupção; mas, quem semeia no Espirito, do Espírito ceifará a vida eterna. " Gl 6.7-8 Lamentavelmente,  quando lemos estas palavras, nossas mentes se voltam para o problema do pecado. Entretanto o sentido aqui é mais amplo. O apóstolo Paulo continua dizendo: ..."façamos o bem a todos, principalmente aos domésticos da fé. E o que está sendo instruído na palavra faça participante em todas as boas coisas aquele que o instrui." Está claro aqui que o contexto é semear o bem através das boas obras. A expressão "levai as cargas uns dos outros" Gl 6.2 está intimamente ligada à questão de nossas posses. 

O melhor comentário do Salmo 37.3
A.B. Simpson contou que certa vez, John Wesley enviou uma carta a um ministro pobre. Ela continha as palavras ..."confia no Senhor e faze o bem... e te alimentarás em segurança". Sl 37.3 Dentro da carta ele colocou também uma oferta em dinheiro, mas nada falou sobre ela. Após receber a carta com a oferta o tal ministro respondeu: "Caro senhor Wesley, como poderei agradecer o bastante por sua carta e dádiva? Tenho lido várias vezes este versículo e muitos comentários sobre ele, mas, o seu foi o melhor comentário que já vi!!! Isto nos revela que não devemos nos esquecer do lado prático da palavra do Senhor. 

e) Nossos motivos
..."Guardai-vos de fazer vossas obras diante dos homens para serdes vistos por eles, de outra sorte não tereis recompensa junto de vosso pai que está nos céus." Mt 6.1 O Senhor vai recompensar principalmente o "motivo" que nos levou a fazer algo para Ele. Não são apenas as boas obras que contam, mas também o motivo que nos levou a pratica-las. ..."O Senhor trará à luz as coisas ocultas das trevas, mas, também manifestará os desígnios dos corações; e então cada um receberá de Deus o seu louvor." I Co 4.5  Deus concede a salvação não merecida, mas, nunca o louvor não merecido. A exaltação na era vindoura será na proporção do serviço humilde na era presente. ..."qualquer que entre vós quiser tornar-se grande, será o que vos sirva; e qualquer que entre vós quiser ser o primeiro, será servo de todos." Mc 10.43-44

f) Nosso sofrimento
..."bem aventurados sereis quando os homens vos odiarem, e quando vos expulsarem de sua companhia, e vos injuriarem e rejeitarem o vosso nome como indigno, por causa do Filho do homem. Regozijai-vos neste dia e exultai, porque  eis que é grande o vosso galardão no céu. Lc 6.22-23 Esta foi a experiência de Moisés. ..."ele teve por maiores riquezas o opróbrio de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa." Hb 11.26 Paulo foi  provavelmente aquele que melhor conheceu o valor do prêmio e estas foras suas palavras: ..."porque a nossa leve e momentânea tribulação produz a nós cada vez mais abundantemente um peso de glória." II Co 4.17 Este mesmo princípio da recompensa operou na vida terrena do Senhor Jesus: ..."o qual pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz." Hb 12.2

Portanto, amados em Cristo, não podemos negligenciar tão grande volume de textos,  ou lançar fora tão grande incentivo para a santidade que encontramos nas sagradas Escrituras, notadamente no Novo Testamento. Portanto espero sinceramente que, medite neste "post" com oração diante de Deus, nosso Senhor.
Cada palavra, pensamento ou ato nosso, é como uma semente que lança,os no solo. O dia da colheita chegará. Será ela linda ou alarmante? Por isso amados, devemos semear no Espírito e não na carne. ..."Olhai por vós mesmos, para que não percais o fruto do vosso trabalho, antes, recebais a recompensa."II Jo 1-8 





sexta-feira, 7 de março de 2014

VAI ALTA A NOITE, O DIA JÁ ESTÁ CHEGANDO!

..."sabendo primeiro isto, que nos últimos dias, virão escarnecedores, andando segundo suas próprias concupiscências, dizendo: onde está a promessa da tua vinda? Porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem, como no princípio da criação."2 Pe 3.3-4
Os cristãos aceitam o que a Bíblia ensina em sua totalidade, dentro do exame de texto e contexto. Para os não cristãos, somente o que lhes for conveniente eles aceitam, (ou não), o restante desprezam. Por exemplo, a profecia ou promessa da vinda de Cristo, ou a sua volta, para nós é uma verdade suprema, inarredável e totalmente necessária à nossa fé., pois ela traz consigo a "bendita esperança" de nossa final redenção.Portanto vivemos aguardando este grande Dia do Senhor. Há,  no entanto, um terceiro grupo, aquele formado de cristãos, os quais dizem acreditar na volta de Jesus, mas, vivem desprezando esta verdade. Apesar de nunca contradizer em palavras, eles, no dia a dia não reconhecem e não se importam com as consequências espirituais desse fato.
A Bíblia nos recomenda permanecer firmes nesta verdade. Vamos destacar alguns textos para seu despertamento ou alento espiritual: ..."mas, desejamos que cada um de vós mostre o mesmo cuidado até o fim, pára completa certeza a esperança." Hb 6.11 Por ser alvo da fé algo no futuro, os cristãos devem continuar até o fim. ..."retenhamos firmes a confissão de nossa esperança; poque fiel é o que prometeu." Hb 10.23 Em outro texto em Hebreus que menciona "a casa de Deus" há uma exortação idêntica para guardarmos firme (Hb 3.14), e uma confiança semelhante de que Cristo é fiel, conforme (Hb 3.5-6). ..."bendito seja Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua grande misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança pela ressurreição de Cristo dentre os mortos; que por ele credes em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos e lhe deu glória, de modo que a vossa fé e esperança estivessem em Deus. I Pe 13,21 
Formulamos aqui esta pergunta: por que muitos cristãos, cuja esperança para sua vida futura deveria centralizar-se nessa promessa, vivem como se ela não existisse? O secularismo, ou seja, a acomodação ao mundo é uma das causas para não se ajustarem espiritualmente e viverem no aguardo da Parousia.
esta constatação é muito triste para todos os que amam de fato o Senhor Jesus e aguardam a sua volta. Olha,os nas fileiras do exercito de Deus (igreja militante), e vemos muitos soldados desarmados de verdade, do entusiasmo e do testemunho pessoal. Vemo-los como estranhos e não como crentes. Ocupam um lugar privilegiado no mundo, destacados como SAL E LUZ, mas, não temperam nem iluminam, não exercem sua tarefa de salgar, dar sabor e ser uma luz neste mundo de trevas. Estão sendo apodrecidos com a massa podre e tateiam nas trevas como se fossem filhos da escuridão, ou servos do príncipe da trevas. 
Como é triste esta constatação! Apelamos ao seu coração, em Nome de Jesus que ACORDE!!! ..."desperta tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te iluminará."  Ef 5.14

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

JESUS, O CONSOLADOR DOS TRISTES

..."Vendo-a o Senhor se compadeceu dela e lhe disse: Não chores". (Lc 7.13)

O choro é a primeira atitude diante da vida. Nascemos chorando. Temperamos as alegrias da vida com as lágrimas. Descemos à sepultura em meio ao pranto. Choramos pelas doenças do corpo e pelas angústias da alma. Choramos por nós mesmos e pelos outros; choramos de tristeza e até de alegria. Choramos quando somos traídos e quando sofremos injustiça. Choramos pelas decepções da vida e pelo drama da morte. 
Choramos desde o nascer do sol até o ocaso. Algumas das nossas lágrimas são muito doídas. Talvez, as lagrimas mais amargas sejam aquelas que derramamos na hora do luto. Um dia Jesus encontrou uma mulher viúva que ia enterrar seu filho único. Jesus disse a ela: ..."Mulher, não chores!" Mas, como não chorar?
Como não chorar quando alguém a quem amamos e arrancado dos nossos braços? Como não chorar diante da tristeza que nos consome? Jesus não apenas deu uma ordem à mãe enlutada, mas também ordenou ao jovem morto: "Jovem, eu te ordeno, levanta-te!" A vida brotou da morte e a tristeza foi substituída pela alegria. Jesus ainda hoje é o Consolador dos tristes!

Ore assim:

..."Pai amável, só tu podes dar alívio e paz ao meu triste coração. Sei que tu contas as minhas lágrimas, conheces as minhas dores e me consolas quando choro. Em nome de Jesus. Amém".

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

JESUS - A ESPERANÇA DOS DESESPERANÇADOS

..."mas Jesus, sem acudir a tais palavras, disse ao chefe da sinagoga: não temas, crê somente."

A vida não é indolor. Há momentos que ela nos mostra sua carranca e nos ameaça com circunstâncias medonhas. Tempestades terríveis nos assolam. Nessas horas, o desespero nos perturba, a angústia aperta nosso peito e as lágrimas brotam dos nossos olhos. Neste cenário, Jesus se ergue como a esperança dos desesperançados.
Jesus acalma as tempestades da vida, liberta os cativos, cura os enfermos e ressuscita os mortos. Ele tem autoridade sobre as leis da natureza e poder sobre os demônios. Jesus tem autoridade sobre as enfermidades e poder sobre a morte. O vento impetuoso e as ondas revoltas que conspiram contra nós, obedecem a sua voz. Os demônios que oprimem os cativos não resistem à sua autoridade.
A própria morte, que ceifa a vida e arranca dos nossos braços as pessoas que amamos, obedece a sua voz. Para Jesus não tem causa perdida nem problema insolúvel. Para ele não tem vida irrecuperável nem situação irremediável. Jesus pode tudo quanto quer. Ele é a esperança dos desesperançados.

Ore assim:

..."Senhor, Jesus possui as rédeas da história. Por isso eu confio que a minha vida não está entregue à sorte ou ao destino, mas, nas mãos do meu Rei, Salvador e Senhor. Em nome de Jesus. Amém."...

Texto do Rev Hernandes Dias Lopes -Extraído do livreto "Cada Dia".

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

JESUS, MENTIROSO, LUNÁTICO OU DEUS?

..."Eu e Pai somos um". (Jo 10.30)

Josh NcDowell, em seu livro "Mais que um carpinteiro" levanta a seguinte questão: "Jesus é mentiroso, lunático ou Deus". Se Jesus não era quem ele disse ser, então era mentiroso; se Jesus pensava ser quem não era, então era um lunático; mas, se Jesus é quem ele disse ser, então é Deus. Aqueles que negam a divindade de Cristo, automaticamente, chamam-no de mentiroso, ou lunático.
E se Jesus foi um mentiroso ou lunático, então, precisaremos admitir que uma mentira salvou o mundo, e um lunático libertou das garras do diabo milhões de pessoas. Aqueles que negam a divindade de Cristo e, ao mesmo tempo e, ao mesmo tempo, afirmam que ele é um espírito iluminado ou um mestre do bem, caem em contradição, pois se ele mentiu sobre sua identidade, então foi um enganador e jamais poderia ser exemplo para a humanidade. (I Co 15.12-19)
Só nos resta uma opção: de fato Jesus é Deus. O Natal nos revela a grande verdade de que Deus se fez homem, o Rei da glória se fez servo e o autor da vida nasceu para morrer e morrer pelos nossos pecados. Este é o maior de todos os mistérios; a expressão superlativa do amor de Deus!

Ore assim:

..."Deus, eu quero confessar diante de tí e dos homens que Jesus Cristo é o Reis dos Reis e o Senhor dos senhores, que se fez servo por causa do teu amor por mim. Em nome de Jesus. Amém".

Texto do Rev. Hernandes Dias Lopes extraído do livreto "Cada Dia."